frame_ccz_gurupi

Sem adequações, CCZ fica com atividades parcialmente suspensas em Gurupi-TO

O Centro de Controle de Zoonoses em Gurupi, no sul do Tocantins, está com as atividades parcialmente suspensas. Isso porque a Justiça determinou em novembro do ano passado que adequações fossem feitas na estrutura do lugar. Foi estabelecido um prazo de 30 dias para as mudanças, que ainda não foram realizadas.

A decisão judicial foi obtida pelo Ministério Público Estadual, após a promotoria apurar várias denúncias. Uma delas era que animais doentes e sadios ficavam no mesmo lugar. Por enquanto, no local, estão realizados apenas exames para identificar doenças nos animais. O mais procurado é o teste rápido de calazar.

O coordenador do CCZ, Antônio Luiz Brito Cirqueira não apresentou um prazo para que os serviços fossem normalizados, mas disse que as exigências estão sendo cumpridas.

“O projeto de castração já vem sendo executado pelo CCZ. Atendendo uma determinação judicial, nós vamos destinar essas cotas para pessoas de baixa renda. Nós só vamos receber na sede, animais doentes”, disse.

Entre gatos e cachorros, a gerente comercial Andreia Lemos tem 16 animais em casa. Ela é voluntária de uma ONG e ajuda oferecendo um lar para animais de rua. Tudo começou há dois anos quando encontrou uma gata abandonada e doente.

“São animais praticamente indefesos que dependem da nossa ajuda para o sustento deles. O que a gente mais busca é que todos tenham um lar, eles precisam assim como a gente”, defende.

Por causa da suspensão das atividades do CCZ, A Andreia tem encontrado dificuldades para dar conta dos cuidados com os animais. “Principalmente a castração, que é uma coisa que precisamos do controle desse animais na rua. As colônias estão aumentando cada dia mais e castração diminuiu.”

 

Fonte: G1 TO

Share With:
Rate This Article
Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário