20170812162159_homicidios

Quatro pessoas são assassinadas em Palmas em menos de 24 horas (Rede TO)

A Polícia Civil (PC) investiga o assassinato de quatro pessoas nesta sexta-feira, 11, em Palmas. Todos os homicídios ocorreram na região sul da capital e pelo menos três podem ter relação com a disputa entre duas facções criminosas que atuam em presídios do estado.

O primeiro crime aconteceu no começo da tarde, no residencial Lago Azul 1, no Jardim Aureny III. A vítima foi identificada como Marcos Suel Lopes de Sousa, de 18 anos. Os dois autores chegaram ao condomínio em uma motocicleta. Depois de ameaçar o porteiro, a dupla invadiu o prédio e foi ao encontro da vítima. Os suspeitos atiraram cinco vezes, mas apenas um disparo atingiu Marcos Suel, que morreu na hora.

Segundo familiares, o jovem ficou internado durante algum tempo no Centro de Atendimento Socioeducativo por envolvimento com o tráfico de drogas e tinha saído do Case há algumas semanas. No começo da semana, Marcos Suel tinha sido vítima de uma tentativa de homicídio. A mesma dupla que o matou foi ao Lago Azul 1, mas, na ocasião, a arma falhou e o rapaz conseguiu escapar.

Duplo homicídio

Durante a noite, a polícia registrou um duplo homicídio no Aureny I. Dois homens morreram baleados na avenida Tocantins. Os corpos foram encontrados caídos em uma calçada perto do prédio da concessinária de energia. Os óbitos foram constatados pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Os nomes das vítimas não foram divulgados, mas segundo testemunhas, um dos homens tinha saído da prisão há poucos dias.

Taquari

Cerca de 20 minutos depois do duplo homicídio no Aureny I, um homem foi assassinado no setor Taquari. A vítima estava dentro de casa quando foi abordada por criminosos. Um vizinho chamou a polícia ao ouvir os disparos. A PM chegou logo em seguida e encontrou o corpo do homem estendido em um dos cômodos da residência. O nome dele não foi divulgado.

Investigações

Os corpos das quatro vítimas foram encaminhados para exames no Instituto Médico Legal (IML) e liberados para sepultamento.

A Polícia Civil (PC) informou que os homicídios registrados no Aureny I e Taquari podem ter ligação com uma disputa por poder entre duas facções criminosas. Já o assassinato de Marcos Suel teria sido motivado por um acerto de contas relacionado ao tráfico de drogas.

Share With:
Rate This Article
Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário