20140317090720_sspto

Policiais militares são presos com drogas durante operação em Paraíso do Tocantins-TO

Dois policiais militares foram presos em Paraíso do Tocantins, a 66 km de Palmas, durante a operação “Fructus Putres”, do latim, Frutos Podres. A informação é da Secretaria de Segurança Pública do Tocantins. Com eles, a polícia encontrou drogas, nesta terça-feira (18). A quantidade não foi informada.

A ação foi realizada pela Polícia Civil e o Ministério Público Estadual em cumprimento a dois mandados de prisão preventiva.

A SSP informou ainda que foram cumpridos mandados de busca e apreensão nas casas dos investigados e também em setores do Batalhão da Polícia Militar em Paraíso do Tocantins, onde foram localizadas e apreendidas drogas, bem como outros materiais.

As buscas, segundo a secretaria, foram acompanhadas por membros do Comando Geral e da Corregedoria da Polícia Militar. A SSP não passou mais detalhes porque as investigações seguem em sigilo.

O Grupo de Operações Táticas Especiais, em nota, esclareceu sua participação

Esclarecimentos

Venho por este tecer alguns esclarecimentos sobre a missão para a qual fomos designados a cumprir nesta data nas dependencias internas do 8º BPM de Paraiso do Tocantins:

1. Equipes do GOTE por volta das 12hs deslocaram ate PARAISO-TO para prestar apoio a DPC local, no cumprimento de alguns Mandados de Busca e Prisão naquela cite, sendo que ate então, não sabiamos o local nem quem eram os alvos da medida judicial;

2. Só ficamos sabendo da missão, quando chegamos em Paraiso e fomos informados pelo Delegado e Promotor responsaveis pela Investigação;

3.GOTE foi desiguinado por ordem Judicial para prestar apoio ao DPC e MP de Paraiso-TO no cumprimento de Mandados de Busca e Prisão de 2 militares lotados o naquele BPM, sendo que as Buscas deveriam ser executadas tanto nas dependenciais internas do 8BPM quanto nas residencias de ambos militares, porem o GOTE acompanhou apenas no BPM;

4. No local ficamos apenas acompanhando o cumprimento das medidas judiciais determinadas, que foram executadas pelos PCs locais (as revistas) na presença de militares o tempo todo;

4. Os materiais ilicitos apreendidos foram encontrados especificadamente nos pertences dos militares envolvidos, tudo isso na presença do Comandante daquela unidade e outros militares que acompanharam toda a Revista;

5. Não tratamos nenhum Militar daquela unidade com Desrespeito ou Desprezo nem mesmo os militares envolvidos, tão pouco eles para conosco, tanto que o tempo todo eles coloboraram com a execução do nosso trabalho e em nenhum momento, discutiram ou resistiram a cumprimento da ordem judicial;

6. Apos as pericias realizadas no local, o DPC se reuniu com os militares la presentes e apresentou os materiais ilicitos la apreendidos e fez alguns esclarecimentos daquela situação;

7. Em seguida, os militares envolvidos foram conduzidos dentro da VTR-PM (motorista PM + um Oficial) “SUGERIDO POR NÓS”para a DPC local para os procedimentos de praxe, sendo que o GOTE apenas acompanhou tal deslocamento;

8. O Tempo todo os PMs ficaram desalgemados, ate porque não tinha nenhuma necessidade, em virtude deles terem colaborado o tempo todo;

9. Na DPC local, os militares foram entregues a custodia do CPC ( TC Maranhão), que ficou responsavel pela custodia dos mesmos ate Serem conduzidos Para recolhimento no QCG e nós GOTE finalizamos nosso trabalho.

10. Toda a acão foi acompanhada pelo promotor de justiça responsável.

CONSIDERAÇÕES

O GOTE é um orgão subordinado que apenas cumpre ordens LEGAIS para as quais somos designados;

Não temos a faculdade de escolher cumprir ou não cumprir uma ordem Legal;

Infelizmente tivemos que cumprir essa missão que envolvia militares;

Tenho muito respeito e admiração pelo trabalho desepenhado pelos valorosos combatatentes pertencentes a esta instituição PM-TO, entretanto nenhuma situação isolada será capaz de desmerecer o trabalho digno daqueles que executam suas atribuições com honradaz.

Por fim, tais militares terão oportunidade de se defenderem perante o juízo competente.

Peço que não façam nenhum juízo de valor motivados Emocionalmente ou apenas por Sentimentos, sob pena de cometerem injustiças.

Estou a disposicão para quaisquer outros esclarecimentos.

Att.
GOTE 32

Fonte: G1 TO

Share With:
Rate This Article
Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário