A falta de condições físicas e humanas da Polícia Técnico-Científica da Regional de Araguaína levou o Ministério Público Estadual (MPE) a ingressar, nesta quinta-feira, 05, com Ação Civil Pública (ACP) em desfavor do Estado do Tocantins. A situação caótica, averiguada por meio de inquérito instaurado